222 - MAIOR SITE PRÓ-VIDA É BANIDO DE PLATAFORMA DE VÍDEOS PERMANENTEMENTE

"Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem;"

Salmos 139:13 e 14



O site LifeSiteNews foi banido de uma plataforma de compartilhamento de vídeo e teve todos os seus vídeos pró-vida removidos. O portal relatou o ocorrido na quarta-feira (10/02) em seu site, revelando que eles perderam o acesso a mais de 300.000 seguidores de seu canal.


"O YouTube removeu completamente o canal LifeSiteNews. Este não é um banimento temporário; cada um de nossos vídeos foi embora completamente", escreveu a equipe do site. "Felizmente, temos backups de todos os nossos vídeos, mas isso significa que centenas de milhares de pessoas perderam o acesso ao nosso conteúdo revelador."


O breve artigo também direciona os seguidores ao Rumble, uma plataforma conservadora, para assistir aos vídeos da LifeSite lá.


Em janeiro, o site anunciou ter sido banido por duas semanas do YouTube, depois que publicaram vídeos sobre vacinas, que de acordo com a rede social violava as "diretrizes da comunidade" do YouTube.


A partir desta manhã, LifeSiteNews recebeu um segundo golpe do YouTube, enquanto a Big Tech continua sua repressão às vozes conservadoras e cristãs”, disse o portal pró-vida.


"Desinformação médica"

Em novembro passado, o YouTube suspendeu o canal LifeSiteNews por uma semana depois que alegações de "desinformação médica" foram feitas contra um vídeo com comentários de um médico, de acordo com o The Blaze.


Mais tarde naquele mesmo mês, o YouTube suspendeu o site por causa de um vídeo intitulado "Tradições católicas do Natal para incutir fé em seus filhos". O vídeo também foi marcado com um selo de "desinformação médica" antes que o YouTube removesse o vídeo.


Um porta-voz do Google, a empresa dona do YouTube, disse ao The Blaze que o canal LifeSiteNews foi fechado por repetidas violações da política de desinformação Covid-19 da empresa. Qualquer conteúdo que promova métodos de prevenção que difira das informações fornecidas pelas autoridades de saúde locais ou pela OMS é proibido.


"Qualquer canal que violar nossa política de desinformação Covid-19 receberá um aviso, que restringe temporariamente o envio ou transmissão ao vivo. Os canais que receberem três avisos no mesmo período de 90 dias serão removidos permanentemente do YouTube", disse o porta-voz.


Em uma declaração à CBN News, a diretora de marketing da LifeSite, Rebekah Roberts, disse: "A verdade é que já estávamos prevendo isso há algum tempo. O YouTube e outros titãs da tecnologia simplesmente não estão interessados ​​em permitir que alguém discorde de seu liberal aprovado pelo estado, ideologia totalitária. Felizmente, já tomamos medidas preventivas para garantir que a verdade continue a chegar aos ouvidos daqueles que mais precisam dela nestes tempos ditatoriais. Estamos ativos em várias outras plataformas, como Gab, Telegram e Rumble e incentive outros a se juntarem a nós lá."


Fonte: Portal Guia-me

0 comentários:

Postar um comentário

Você está no BlogFpM, blog oficial do Fogo para Missões.

Clique no link e apoie nosso CANAL FOGO PARA MISSÕES no Youtube.

Você pode também nos seguir no INSTAGRAM, onde você poderá também curtir e deixar aquele seu "comentário", mas acima de tudo, queremos que você seja incentivado, encorajado e provocado a envolver-se pessoalmente na proclamação do Evangelho, das Boas Novas de Jesus Cristo.

Seu comentário é importante para que possamos avaliar o alcance de nossa proposta. Deixe aqui o link de seuperfil no instagram ou outra rede social também!

TODOS OS COMENTÁRIOS SERÃO PUBLICADOS APÓS MODERAÇÃO.