"...foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados (Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra."
Hebreus 11:37 e 38


28 de setembro , a notícia explodiu como uma bomba, as redes sociais, em especial o twitter, ficaram agitadas com este nome de pronuncia difícil, Yousef Nadarkhani.

Yousef Nadarkhani é um cristão (evangélico) que se converteu ao evangelho aos 19 anos, vindo a ser pastor da igreja local conhecida como Igreja do Iran. O Pr. Yousef foi preso no dia 12 de outubro de 2009 sob acusação de apostasia, (abandonar a religião islâmica) mesmo nunca tendo sido muçulmano praticante, e segundo a Sharia (lei islâmica) o tribunal ao qual ele foi submetido lhe concedeu três julgamentos, três “oportunidades” para o Nadarkhani negar o cristianismo e “voltar” ao islamismo. As três oportunidades foram negadas pelo Pr. Yousef, que se manteve firme em sua confissão de fé, mesmo sabendo que a punição para tal “crime” é a morte.

Durante todo o dia e pela tarde, não havia uma mensagem que não constasse este nome, e no twitter, tags como #Nadarkhani ou #YousefNadarkhani eram usadas em todas as postagens, sendo que esta última chegou no final da tarde nos TTs (Top Trends). O objetivo era chamar a atenção para a injusta situação deste jovem cristão que teria neste dia, seu último julgamento, podendo ser morto no mesmo dia.

No final da tarde sentíamos uma grande tensão e não tínhamos notícias atualizadas do Pr. Yousef, mas logo recebemos a informação de que o Blog do Pr. Renato Vargens teria novas notícias, e então este passou a ser um dos canais no qual conseguimos as novas informações atualizadas, e foram muitas, desde a suposta revogação de sua condenação, o que nos deixou alegres. Realmente dava para perceber que muitas pessoas estavam envolvidas, e principalmente, orando neste dia.

O site da ChristianSolidarity Worldwide passou a disponibilizar uma página onde recolheria assinaturas pedindo a libertação do Pr. Yousef que será encaminhada à Embaixada Iraniana, seu link foi replicado em larga escala pois não eram publicadas apenas no Brasil, mensagens de diversos países, inclusive alguns canais de notícias internacionais começavam a dar maior atenção ao caso.

IGREJA PERSEGUIDA DE YOUSEF E TANTOS OUTROS 
A situação do Pr. Yousef não é um caso isolado na atual história da igreja em nações como o Irã, um país de religião e predominância muçulmana, que possui uma constituição teoricamente tolerante com as demais religiões, mas que na prática se apresenta de forma absurdamente violenta, principalmente contra os cristãos, contra a pregação do evangelho e mais ainda quando resulta na conversão de muçulmanos a Jesus Cristo.
                                                                                                 
Segundo o site da Missão Portas Abertas, o Irã ocupa o 2º lugar na Classificação de Países por Perseguição (veja como é formada a classificação aqui), e sua população é de menos de 0,5% de cristãos, sobre os quais existe forte controle por parte do governo quanto às suas ações, ou seja, não podem evangelizar, e são proibidas de pregar na língua oficial do país, o persa.

Cristãos ativos, envolvidos com o evangelismo e pregação do evangelho, são constantemente detidos e interrogados por forças do governo, e por vezes são presos e agredidos, chegando algumas vezes até mesmo a morte. Há também a possibilidade de agressão por parte de radicais islâmicos que constantemente ameaçam cristãos de morte, motivo pelo qual, a morte não explicada de muitos cristãos é atribuída a estas ameaças.

INTERCESSÃO, UMA NECESSIDADE CONSTANTE
Vimos a história do pastor iraniano Yousef Nadarkhani mobilizar muita gente, a tensão que senti foi um misto de apreensão por mais notícias e pela incerteza de que realmente todos estávamos orando. Preocupava imaginar que tanto barulho fosse apenas mais um movimento, um ativismo, quando sabemos que nossa expectativa vem do alto.

Publicamos no twitter (@FogoparaMissoes), mensagens onde expressavamos nosso entendimento de que divulgar seria como "rolar a pedra" na esperança de que ouvíssemos uma voz dizendo “Lázaro, sai para fora” mas que era impressindível que nos colocassemos em oração, e por tantas outras vezes publicamos a passagem de Atos 12:05 Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus.

Este artigo não é uma referência para informações sobre o Pr. Yousef, para isso indicamos o Blog do Renato Vargens, o que queremos é aproveitar a situação para tentar mais uma vez chamar a atenção para a necessidade de um real movimento de ORAÇÃO POR MISSÕES, pelos povos não alcançados, pelos irmãos missionários, pelos missionários autóctones (da mesma etnia), enfim, queremos promover um verdadeiro AVIVAMENTO MISSIONÁRIO de oração.

Queremos também te encorajar a viver uma vida de santidade, aproveitando ao máximo esta mesma liberdade que nos é permitida, não queremos que você se sinta culpado por viver em um país livre, mas que sinta a responsabilidade de ser cristão numa nação que lhe permite testemunhar sua fé. O Apóstolo Paulo escreve aos cristãos colossenses e para nós que, devemos nos portar com sabedoria diante dos que não são da fé, e que devemos aproveitar as oportunidades (Colossenses 4:05).

Aqui estão dois sites nos quais você pode adquirir informações para direcionar suas orações pela igreja perseguida, por missões e também pelos povos não alcançados:


ATENÇÃO! Até a publicação deste artigo não conseguimos notícias atualizadas da situação do Pr. Yousef Nadarkhani, por isso pedimos que você reserve pelo menos um minuto e ore por sua vida, por sua família e a igreja a qual pastoreia. 
  • Ore para que seja feita a vontade de Deus na vida do Pr. Yousef;
  • Ore para que a família do Pr. Yousef seja fortalecida e consolada;
  • Ore para que a igreja local não se amedronte diante da situação do Pr. Yousef.



Fogo para Missoes


"...vi e ouvi uma voz de muitos anjos ao redor do trono, dos seres viventes e dos anciãos, cujo número era de milhões de milhões e milhares de milhares, proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor..."
Apocalipse 5:11:12

Você certamente já ouviu aquela canção que diz: "QUE O CORDEIRO RECEBA A RECOMPENSA DO SEU SOFRIMENTO", linda não? Mas você sabe quem foram os jovens que falaram esta frase  tão impactante, quem eram de fato os Missionários Moravianos?

Os Moravianos foram os primeiros protestantes a colocar em prática a idéia de que a evangelizacão dos perdidos é dever de toda a igreja, e não somente de uma sociedade ou de alguns individuos.

Anteriormente, a responsabilidade pela evangelizacão havia sido lançada nos degraus dos governos, através das atividades colonizadoras.

Os Moravianos, contudo, criam que as missões são responsabilidade de toda a igreja local.

Devido ao seu profundo envolvimento, esse pequeno grupo ofereceu mais da metade dos missionários protestantes que deixaram a Europa em todo o século XVIII, de fato a história dos Moravianos antecede a Reforma. Conhecidos originalmente como os Unitas Fratrum, ou a Unidade dos Irmãos, esses cristãos Checos foram os seguidores do mártir John Huss, um reformador antes da Reforma.

Ele foi martirizado em 06 de julho de 1415. Após a morte de Huss, seus seguidores, experimentaram um verdadeiro ressurgimento.

Eles se reorganizaram no ano de 1457, e no tempo da Reforma havia entre 150 a 200 mil membros em quatrocentas igrejas por toda a Europa Central. Mas, no levante das guerras dos 1600, a Boêmia e Moravia (República Checa) foram dominadas por um rei católico romano, o qual desencadeou uma terrível perseguição contra os Moravianos.

Foram todos espalhados e se tornaram refugiados. Por quase cem anos procuravam fugir da perseguição. Por causa disso formaram urna poderosa rede de cristãos clandestinos. Quando cruzaram a fronteira da Alemanha, ouviram de um lugar conhecido como Herrnhut, uma pequena faixa de terra na propriedade de Zinzendorf, ali se estabeleceram.

O TRABALHO DOS MORAVIANOS FOI GUIADO PO UM NÚMERO DE CARACTERÍSTICAS QUE OS DISTINGUIRAM:

Primeiro, eram profundamente dedicados ao Senhor Jesus Cristo e a sua causa;
Segundo, os Moravianos abriram o ministério aos leigos e a ministração as mulheres, antecipando Hudson Taylor nessa questão mais de cem anos antes;
Terceiro, criaram a estratégia missionária de fazedores de tendas;
Quarto, os Moravianos por ser pessoas sofredoras, podiam facilmente se identificar com aqueles que sofriam;
Quinto, eles se dirigiam às pessoas receptivas ao evangelho;
Sexto, eles colocavam o crescimento do Reino de Cristo acima de uma expansão denominacional;
Sétimo, a obra missionária Moraviana era regada de oração;

Alguém, certa vez, perguntou a um Moraviano o que significa ser um Moraviano.
Ele respondeu: “ser um Moraviano e promover a causa global de Cristo são a mesma coisa”.

REFLITA
Procure saber mais detalhes destes e de outros homens e mulheres que serviram ao SENHOR ao longo da história da igreja, certamente você irá se surpreender com a simplicidade e ousadia, fé e humanidade destes guerreiros.

Os Moravianos eram ousados em suas idéias e estratégias, sempre segundo o coração de Deus em oração, invista na oração em sua vida pessoal e ministerial para que as grandes coisas que cantamos, de fato, sejam vividas abundantemente para a glória de Deus. Grandes foram as responsabilidades destes homens, assim como é grande a nossa responsabilidade pois estamos sob o mesmo chamado: Ir e anunciar a Jesus Cristo, Filho de Deus, para salvação de todos os povos.

Fogo para Missões

"...Venha o teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu..."
Mateus 6:10




Hoje a Palavra de Segunda é muito especial, pois vamos falar do MISSIO DEI, não é uma cobertura do evento, foram três noites intensas, de modo que não haveria como, e eu não tentaria resumir tudo em apenas uma publicação. Também não é uma compilação das palavras ministradas pelos pastores Jim Stier e Santareno Miranda, eu não seria tão pretensioso.

Quando tomei conhecimento do evento através do twitter, pela Cecilly Lucena (@_Celucena) não imaginei que viesse a ser tão marcante, e é sobre estas marcas que escreverei, na esperança de que mais este texto venha a ser benção em sua vida.

1º NOITE – O REINO ESTÁ EM MOVIMENTO
O louvor da noite foi ministrado pelo Samuel Moraes e Banda e lá estava eu, sentado entre as primeiras cadeiras, do meu lado estava Douglas Klein (@DouglasKlein), um jovem futuro jocumeiro.

O pastor Jim Stier iniciou a ministração com uma breve viagem pela história de missões, iniciando por Willian Carey, passando por Hudson Taylor e C.T. Studd, lembrando-nos que durante cerca de 300 anos na história da igreja protestante, missões foi, de certa forma, deixado de lado.

Muitas preocupações começaram a ocupar a mente e os desejos do coração dos cristãos durante este tempo, até que homens como Carey fosse levantados pelo Senhor. Citando e fixando sua atenção sobre o texto de Mateus 6:10, o Pr. Jim passou a nos explanar sobre o que ele chamou de “três características do Reino de Deus”.

Com um toque de humor aliado a uma seriedade incrível, a palavra fluía tanto em entendimento quanto convencimento pelo Espírito, que nos levou graciosamente a compreender, afinal, porque a missão é de Deus (Missio Dei).

Jesus foi o primeiro em tudo, inclusive foi o primeiro a inaugurar a vinda do Reino do Pai até nós, afinal, não tínhamos a menor chance de nos aproximarmos de Deus, por mais que viéssemos a nos esforçar, e o pior, a nossa natureza adâmica não iria voluntariamente buscar ao SENHOR, era preciso que fossemos amados primeiro, e Ele nos amou, vindo em nossa direção e trazendo consigo Seu Reino.

Poderia citar Mateus 6:33 (ESCOLHA A BOA PARTE), mas não é necessário, aliás as palavras tem se confirmado ultimamente, por isso estamos de ouvidos atentos para cada revelação do Papai, e nesta noite, todos os que estavam sob aquela tenda foram, certamente impactados pela agradável presença do amado Espírito Santo que encontrou grande liberdade em nos mostrar o interesse eterno de Deus na Obra Missionária.

O primeiro dia do MISSIO DEI foi providencialmente o dia de encerramento de nosso 2º #TempodeOração, dia 21 de setembro, e o dia seguinte, dia 22, marcaria o início do terceiro período de consagração por missões, de forma sobrenatural.

2º NOITE – E SERVINDO ELES AO SENHOR
Desta vez o louvor ao Rei veio através de Danni Distler, a tenda estava cheia e logo o Pr. Santareno Miranda nos apresentava a seguinte pergunta: “Jesus é realmente o Senhor de sua vida?” Durante a palavra era comum ouvir comentários como “essa doeu”, ao final de muitas frases, sinal de que certamente alguns estavam sendo confrontados.

"Jesus, porém, ouvindo que João estava preso, voltou para a Galiléia; E, deixando Nazaré, foi habitar em Cafarnaum, cidade marítima, nos confins de Zebulom e Naftali; Para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías, que diz: A terra de Zebulom, e a terra de Naftali, Junto ao caminho do mar, além do Jordão, A Galiléia das nações; O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; E, aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus..."
Mateus 4:12-17

Em alguns momentos fazendo uso do senso de humor, em outros de forma desafiadora, o Pr. Santareno foi usado pelo Pai a nos confrontar, não para que houvesse desanimo ou desistência do interesse missionário, muito pelo contrário, para que as certezas que afirmamos ter estivessem definitivamente respaldadas no senhorio de Deus, o dono da missão.

É imprescindível que nosso culto seja racional (Romanos 12:01), isso é agradável ao SENHOR que nos fez semelhantes a Ele, por isso é necessário que aquele que se dispõe ao trabalho missionário entenda que haverá um preço a pagar. Ouso dizer eu, não o Pr. Santareno, que: “Deus não tem compromisso com nossas lágrimas, mas sim, com Sua palavra”, lançarmo-nos sem a direção de Deus é suicídio.

Caminhe na história que Deus tem para você”, esta foi outra frase dita pelo pastor e missionário angolano, “não é aonde você quer ir, é onde Deus quer que você vá” e isso significa que Deus pode querer que neste momento, você fique, e neste caso, por mais que seu desejo seja “ir às nações”, você deve se submeter ao senhorio de Deus e obedecer, se você fizer isso, serás de fato, uma benção. A benção está em obedecer e não em fazer, por fazer!

Se a missão é de Deus, e de fato é, também é certo que Ele cuidará de realizá-la. Se você está disposto, Ele tem tudo o que precisa, quando você passa a entender isso, passa a ter a mente de Cristo (I Coríntios 2:16), sua vontade passa a ser o Reino (Mateus 6:33) e Deus então pode realizar a tua vontade, mas a tua vontade, prazerosamente passa a ser a vontade Dele (Salmos 37:04), e o que Deus sonha, no tempo perfeito Dele, torna-se real, ou Real, como queira. Aleluia!

É preciso viver o que pregamos, também o que cantamos, é preciso em alguns momentos, deixar a emoção de lado e avaliarmos se o que temos vivido pode ser considerado realmente como sendo uma obediência à vontade de nosso Senhor. Se temos corrido atrás de bênçãos quando na verdade deveríamos estar preocupados com as coisas do alto, “a história testemunha contra nós, pois existiram homens que serviram ao SENHOR pelo que Ele já fez, a cruz, e não pelo que Ele pode fazer, as bençãos” foi mais uma frase impactante na boca do pregador da noite.

Final de noite, em conversa breve com o Pr. Santareno, Papai confirma em nosso coração um chamado: "Portugal, o Senhor Jesus Reinará sobre ti".

3º NOITE - EU CONSEGUI! EU CONSEGUI!
A porta se abre, e há muito barulho, alguns gritos e uma mulher com no corredor nos pede dinheiro, o corredor não é muito longo, mas não saber o que havia à frente me causava certa apreensão, eu estava sem mochila ou pasta, apenas minhas roupas e documentos no bolso da calça, pelo menos era isso que demonstrava, carregava escondido comigo algo muito valioso, e eu não poderia de jeito nenhum ser pego.

Meu coração acelera e eu preciso controlar a respiração, ser o mais natural possível. No final do corredor frio e com pouca luz dois homens nos abordam armados em pé, juntamente com duas mulheres que permanecem sentadas em mesas pequenas, a sala era pequena, um dos homens pede para que nos assentemos, não há nenhum cumprimento apenas “sente-se aí”. Os outros homens que estão comigo se sentam, as mulheres deverem permanecer em pé próximo a parede, é o que o rapaz ordena com poucas palavras.

Eu sou o primeiro na fila, sou chamado e logo começam as perguntas: O que você veio fazer aqui? Porque você escolheu este país? Onde estão seus documentos? Trouxe alguma literatura contigo? Quanto tempo pretende ficar? Procuro não demonstrar o nervosismo, mas sinto a voz falhar a cada resposta. São perguntas simples, mas o clima era tenso demais e eu tentava me concentrar nas respostas ouvindo uma das mulheres, com um português muito ruim, zombar de cada resposta, ela parecia saber de algo.

A porta estava a poucos metros, mas o outro homem, o maior dos dois, estava na frente, e o pior, ele era o responsável pela revista, então eu tive a certeza de que não iria conseguir passar.

Respondida as perguntas, dou o primeiro passo para ser revistado, então um dos irmãos é chamado e, por alguma razão, acabou entrando na minha frente, causando certa confusão devido ao pouco espaço do local, meu nervoso apareceu e eu levanto as mãos, como se quisesse pedir calma para os homens, que estavam armados, tenho medo de que a pequena confusão deixe o clima ainda mais tenso.

Tudo acontece muit rápido, eu não passo pela revista, o homem abre a porta com resignação aparente e me mada passar, o pequeno tumulto foi providencial, eu passo pela porta, e mesmo alguns passo à frente, ainda me pego controlando a respiração.

Mais alguns minutos e estou me encontrando com um garoto, pude finalmente entregar a ele o objeto que trazia comigo, uma bíblia usada, descubro que aquele menino é a Igreja. Me abaixo para entregar-lhe o "presente" e sou tomado por uma grande alegria, não por ter conseguido apenas, mas por poder entregar, em mãos aquela bíblia para uma igreja que está crescendo. Eu consegui! Eu consegui! Valeu a pena!

Esta história é fictícia, mas os sentimentos foram verdadeiros, não imaginava uma noite como aquela, não há romantismo nesta história, há sim, a vidas de homens e mulheres que deixaram o conforto de sua casa e família, para que? Para que o Reino de Deus venha sobre estas nações. Nesta história, nem todos que estavam comigo passaram, algumas mulheres ficaram, na realidade tantos e tantos santos do SENHOR foram mortos, estão sendo mortos por que Jesus é o SENHOR de suas vidas.

Você diria que eles são loucos, corajosos? Eles responderiam que loucos, corajosos são vocês, que receberam igualmente o chamado de Deus, e se recusam a obedecer!

Ore por missões, ore pelos missionários, pois quando você ora por missionários, você está orando por vidas, não por personagens!

Não, não consegui expressar o que foram para nós que estávamos lá, a experiência destes três dias de MISSIO DEI, foram muitas experiências, inclusive por poder estar com pessoas tão dedicadas como o Jorge (el papá), o sempre solícito Elianderson, além do Edmilson del Santo, Diretor da Base Jocum em Curitiba, a estes e também a todos os demais jocumeiros, nossas orações e certeza que o seu trabalho, no Senhor, não é em vão (I Coríntios 15:58).

Oramos também e desejamos que este evento se repita nos próximos anos, pois não é apenas uma conferência missionária, é uma necessidade.

Que venha o Teu Reino Senhor Jesus.

Edinelson F. Lopes
Fogo para Missões


Graça e paz amado(a), como foi seu final de semana?
Pensando em muitas coisas e também em começar as segundas com uma palavra de Deus, estamos inaugurando esta coluna, serão publicações daquilo que nós recebemos do Pai durante o final de semana, queremos compartilhar com você para que, o que recebemos de Deus não fique conosco, mas seja multiplicado.

Vamos então à nossa primeira publicação de segunda, esperamos que você seja abençoado com esta palavra.

ESCOLHA A BOA PARTE

Pense por um instante, quais são as coisas que você hoje, tem maior necessidade? Em que áreas elas atuam? Que áreas da sua vida elas influenciam? Talvez você pense naquele emprego que você tanto precisa, ou nas contas para pagar, talvez um relacionamento ferido que precisa muito de cura, pode ser que você pense na cura física mesmo, sua ou a de algum familiar.

Muitas vezes é tamanha a preocupação na busca para a solução destes problema que chegamos a, literalmente, perder o sono, pensamos em mil formas de conseguir aquele dinheiro, repassamos as falas para aquele pedido de reconciliação, pensamos na possibilidade de o diagnóstico estar errado, procuramos de todos os meios, ao menos em pensamento, achar uma saída para aquilo que consideramos ser nossa maior necessidade.

É natural até certo ponto tais preocupações, a bíblia memso diz que devemos nos esforçar em trabalhar (Eclesiastes 9:10), esforçar em nossos relacionamento (Romanos 12:18) e até mesmo que devemos cuidar de nossa saúde (I Timóteo 5:23), mas Jesus é enfático em nos dizer: "não andeis inquietos... (...) ...mas buscai primeiro o seu Reino (de Deus) e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mateus 6:31 a 33).

Esta palavra muda nossa percepção de necessidade, pois quando perguntados sobre quais são as coisas que, hoje, temos maior necessidade, respoderemos sem exitar: "Necessito de uma coisa apenas, o Reino". 

Isso nos lembra Marta que, preocupada com os afazeres domésticos, pede ao Senhor que ordene à Maria, sua irmã, à ajudá-la nos trabalhos, mas Jesus responde com a paciência de um Deus, que sabe o que é mais importante: "Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada" (Lucas 10:41).

A palavra de Mateus 6:33 nos revela algo importante quando Jesus afirma que estas demais coisas são "acrescentadas", isso porque só pode ser acrescentado algo a alguém que já possui alguma coisa, caso contrário não seria acréscimo, seria entrega tavez. Mas Jesus diz que estas demais coisas (comida, bebida e vestes) seriam acrescentadas, acrescentadas àqueles que já possuem algo, e este algo é o Reino.

A palavra de Lucas 10:41 nos revela algo esclarecedor, Jesus considerou a dedicação de Maria, sua busca, como sendo "a boa parte" e o melhor, uma palavra que incendeia o coração de qualquer adorador, esta boa parte "não lhe será tirada", afinal um Deus que ama relacionamentos valoriza relacionamentos.

Portanto dura coisa é dizer que estamos buscando o Reino, quando na verdade estamos ansiosos por uma promessa de "solução de problemas" que nunca foi feita, pois apenas transferimos a ansiedade, não alcançamos o Reino e passamos a lutar duramente por não termos nada acrescentado.

Assim, amados, quando fazemos do Reino nossa principal preocupação, escolhemos a boa parte, quando decidimos alcançar o Reino e não os problemas, somos imediatamente tomados pela presença consoladora do Espírito, quando olhamos para Jesus e ficamos maravilhados com suas palavras, nos tornamos cada vez mais apaixonados por sua face a ponto de esquecermos as suas mãos, quando verdadeiramente buscamos o Reino estas demais cosias são acrescentadas da mesma forma com que o SENHOR alimenta os pássaros, veste os lírios... naturalmente.

Mas você pode nos perguntar, afinal, o que é buscar o Reino? buscar o Reino é ser aquilo que Deus te chamou para ser, buscar o reino é ser santo.

Que o SENHOR lhes acescente ainda mais a esta palavra, que sua reflexão te leve alám daquilo que conseguimos compartilhar, Deus o(a) abençoe.

Fogo para Missões
Twitter - @FogoparaMissoes


"O SENHOR, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes."
Deuteonômio 31:08

Estas informações são muito úteis para aqueles que se interessam em ingressar para o trabalho missionário no 
Vale do Ribeira, mais precisamente a região sul do Estado de São Paulo.
"Puts Grilo!"
Interjeição de surpresa

"É intao!"
Confirmação de algo.

"Aláe, aláe!" 
Olhe lá, olhe lá!

"Maenga…"
Interjeição de pena/dó

"Crendioroso!" ou "Crendiospai!" 
Interjeição caiçara para surpresas desagradáveis..existia até um jornal escolar com este nome!!

"Meu cipó da manditinga!" 
Expressão de exclamação.

"Fiapo do miúdo!!!" ou "Meu cepilho!"
Interjeição caiçara de espanto, admiração.

"Meu cepilho do ganguelo!!" 
Variação de "Meu cepilho".

"Meu Senhorrr do Bom Jesus de Iguape!"
Sinônimo de "Meu cepilho".

"Meu bôônnngêêê…!!" ou "Uhuu Pitoco da Bitela!"
Outros dois sinônimos de "Meu cepilho".
"Fraaaco…"
Mais um sinônimo de "Meu cepilho".

"Fraaaco…, Poco Torrado!"
Nooossa… tá muito bêbado.

"Uhmmm…té parece memo!!"
Interjeição expressando que alguém duvida de um fato.

"Hummmmm, que disquê, poco metidinho você hein…"
Expressão caiçara de rejeição.

"Hu hu huuuuuu, ah pois osque, quantos pau cê pagou nessa bicicreta?"
Caiçara registrado entusiasmado com a bicicleta.

Corre mais devagar que tá me dando "Dor de Perê"!
Dor na lateral da barriga.

Maria está na cozinha "Consertando Pêxe"
Limpando, preparando o peixe.

Maria está na cozinha "Temperando o café"
Adoçando o café.

"Me vê 10 médias!" 
É como se pedem 10 pães franceses e não 10 cafés com leite.

"Néh ke éh!!" 
Afirmação, pedido de confirmação.

"DISKÊ!!" 
Um jeito local para afirmar.. as vezes duvidar ou usado também para comparar. O pior jeito é a tiração de sarro caiçara An an anHH DISKÊ!??

"Nunca se viuuu!"
Algo impossível de ocorrer

"Vamo caçá jabuticaba!!!!!" 
Significa subir no pé e colher jabuticaba!

"Aaaah poisoquê!!!!!!" 
Usado quando discorda de algo dito.

"Hu hu hum, se fosse bom não tava aqui!"
Qualquer morador falado de qualquer coisa ou pessoa, pois se está em Registro, não presta.

"Poisoque, roba poco!"
Registrense falando sobre qualquer um que tenha algo legal, pois se é legal, só pode ser roubado, nunca conquistado.

"Vije! Bateu com as 10!"
Alguém que morreu.


Você deve ter notado que esta é, na verdade, uma brincadeira, onde lembramos o típico e inconfundível dialeto deste povo tão simpático e atencioso. Os jovens hoje, em sua maioria já não fala mais assim, porém não é nada difícil encontrar no diálogo entre os mais velhos, estas expressões super típicas.

Agora que você já sabe o dialeto local, ore pelo Vale do Ribeira, clame ao SENHOR para que a chama do avivamento inflame as igrejas locais, os pastores e líderes, para que não desanimem, para que sejam renovados em seus chamados para esta região.

Oremos para que o Vale do Ribeira seja alcançado pelo evangelho, pois, embora a muito tempo o evangelho venha sendo anunciado por homens como o missionário Presbiteriano Willes Robert Banks e tantos outros amados homens de Deus, ainda há muitos que necessitam ouvir as boas novas de salvação em Jesus Cristo.

Breve teremos em nosso site fogoparamissoes.com, uma página especial sobre o Vale, informações gerais e motivos de oração.

Fogo para Missões

Texto original - Curiosidades do Vale do Ribeira



"Aparta-te do mal, e faze o bem; procura a paz, e segue-a."
Salmos 34:14; I Pedro 3:11

 

Missões, esta é a palavra de ordem, mas quando falamos em missões é incrível como ainda pensamos em nações, povos não alcançados, tribos, enfim, todas estas concepções são verdadeiras e absolutamente urgentes, mas o que queremos tratar nesta publicação em especial é quanto a outras necessidades urgentes, porém muito mais próximas.

Estamos falando de missões locais, missões integrais locais. Não sei se este termo existe, mas o termo também é o que menos importa, importa é saber que nós, a Igreja, precisamos pensar em missões em todas as esferas possíveis, e respeitando nossos limites e condições, nunca deixarmos de ser missionários.

O novo vídeo"VOCÊ DECIDE", vem com esta idéia, deixa uma pergunta para ser respondida: "O que você decide fazer?" e como não somos maus, ajudamos você a encontrar uma boa resposta: "Procure a liderança de sua igreja...". Não conseguimos entender como ainda tem crente que decide não fazer nada, esquecem que não fazer nada também é uma decisão, uma escolha, uma péssima escolha.

E antes que apareçam as desculpas, vale lembrar que ajudar tem à ver com disposição e não com dinheiro, cada um deve conhecer e respeitar seus próprios limites, sejam eles limites territoriais, financeiros, de conhecimento ou de fé, para que seu bom trabalho seja iniciado, crescça no Senhor e seja então concluído para a glória do Pai.

No evangelho de Lucas, está escrito: "Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?" (Lucas 14:28), isso significa? Significa que devemos nos dispor com esforço e excelência em construir uma torre, alta e forte, essa torre pode ser como uma torre de vigia, para proteção e abrigo, ou uma referência, como um farol, para os que estiverem à deriva, mas devemos construí-la segundo as condições e talentos que recebemos.

Nos últimos dias, por exemplo, cidades do Estado de Santa Catarina foram novamente atingidas por fortes chuvas, o que, também novamente, levou a uma grande mobilização fora e dentro da internet, a qual muitos participaram e continuam participando segundo suas condições, na esperança de consolar corações em meio a tanta perda e tristeza.

Ministérios como o MEVAM (Missões Evangelísticas Vinde Amados Meus), cancelaram seus cultos para poder receber e abrigar vítimas das inundações, a IWT (Impact World Tour) com o projeto Transforme Curitiba, ligada à Jocum (Jovens Com Uma Missão) por sua vez, abriu as portas para receber e repassar água potável e alimentos não perecíveis, entre outras doações para ser repassado para o próprio MEVAM, enfim, cada um encontrou um meio de ser Igreja também neste momento.

Com isso queremos mais uma vêz te incentivar a se envolver com missões locais, isso mesmo, comece colaborando em seu bairro, com sua liderança, e vá caminhando conforme Deus lhe acrescentar talentos e disposição, não perca tempo, olhe ao seu redor os campos estão brancos, nós temos clamado por ceifeiros, mas no final, você decide!

ATENÇÃO! 
Para saber mais sobre as doações para vítimas das enchentes em Santa Catarina através do MEVAM e IWT Curitiba, entre em contato com o seguintes telefones:
MEVAM
Tel.: +55 47 3405 5800
Cel.: +55 47 7811 7613

IWT Transforme Curitiba
Tel.: +55 41 3082 5483
Cel.: +55 41 9632 9012


Fogo para Missões


"Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse: Esforça-te."
Isaías 41:06



Publicamos ontem, 07 de setembro, às 19h51min nosso primeiro vídeo, entitulado "AVIVAMENTO MISSIONÁRIO - Fogo para Missões" que está disponível por nosso canal no YouTube, o Canal FogoparaMissoes, onde, até a publicação deste artigo está com 26 visualizações, parece pouco, mas estamos animados. Estamos muito animados com esta ferramenta nova, inclusive porque o vídeo já está sendo reproduzido em outros blogs, como o caso do blog da Comunidade Evangélica Vitória em Cristo.

Conversando hoje com a Melina, falamos sobre nossa espectativa quanto a mais este canal, o que me fez lembrar das palavras do Apóstolo Paulo registradas em sua primeira carta aos cristãos de Corinto "...Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns".

Endentedemos que, se nos esforçarmos para utilizar diligentemente cada ferramenta que nos está disponível hoje, entenda como ferramenta sites, blogs, facebooks, twitters, vídeos, banners, camisetas, adesivos, visitas, ministérios, músicas, danças, enfim... se tão somente nos esforçarmos e não desanimarmos, colheremos, ao seu tempo bons frutos.

Paulo afirma que fez de tudo para todos, ou seja, Paulo não era apenas um erudito, um bom cristão, um bom líder, um "faça isso", o Apóstolo São Paulo fazia, realizava, agia, se envolvia pessoalmente nas coisas do Reino, para, como ele mesmo escreve, por todos os meios (disponíveis à ele), chegar a salvar alguns. O mesmo empreendedor Apóstolo Paulo sabia que muito de seu esforço poderia ser perdido, mas, não olhando para o resultado de "alguns", fazia o máximo, dava o seu melhor, Paulo se esforçava para ser, ele mesmo, por fim, aprovado.

Esta é a idéia central de nosso primeiro vídeo, mostrar que, podemos fazer melhor, oferecer um culto digno ao Rei, estudarmos Sua palavra com mais afinco, sermos melhores amigos à irmãos próximos, rasgarmos não apenas as vestes, mas também os corações em clamor, entendermos o verdadeiro significado das palavras, prosperidade, provação e testemunho. Mesmo porque, como você pode ver nas imagens do vídeo, que desculpa daremos para tantos irmãos que se esforçam em regiões de conflito e perseguição?

Quanto aos resultados, pode ser que nossos vídeos e publicações não sejam vistos por todos os internautas do mundo, mas certamente nos esforçaremos para que, aqueles aos quais chegarem tais materiais, saibam que em suas mãos, ou diante de seus olhos, está nosso melhor, feito com esforço, com carinho e cuidado para que sejam, de alguma forma, abençoados e cresçam mais e mais no SENHOR para que possam também dar frutos. Se isso aconteceu com você, já estamos felizes.

Deus abençoe sua vida, para a Glória do Pai em Cristo, no Espírito.

Fogo para Missões


"Vós, senhores, fazei o que for de justiça e eqüidade a vossos servos, sabendo que também tendes um Senhor nos céus. Perseverai em oração, velando nela com ação de graças; Orando também juntamente por nós, para que Deus nos abra a porta da palavra, a fim de falarmos do mistério de Cristo, pelo qual estou também preso;"
Colosensses 4:01 a 03

Lendo uma reportagem sobre a atual condição de fome na Somália decidimos publicar algumas informações sobre os trabalhos missionários nesta região de incessantes conflitos territoriais, acirrada perseguição aos cristãos e muita, muita fome.

A informação que logo nos chamou maior atenção é que, segundo o Portas Abertas, não há hoje entre os somalis, quase nenhum trabalho missionário, condição imposta pela falta de leis e constante perseguição a cristãos ex-muçulmanos.

Outra notícia que nos chamou a atenção foi a entrevista de Abdi Ismail Samatar, somali naturalizado norte-americano e professor da Universidade de Minessota, ao portal Folha.com, na qual apontou claramente para a questão política como grande causadora da atual situação de fome, esta entrevista pode fornecer informações do ponto de vista secular e político para nós cristãos.

Porque esta entrevista é importante? porque nos dá uma clara direção para nossas orações, além de fornecer informações de grande relevância para missionários chamados para atuar neste campo.

É preciso, ao se dispor para um determinado campo missionário, não apenas ter conhecimento das necessidades sociais e espirituais do povo, mas também, e não menos importante, ter consciência da situação política em que se encontra.

O Apóstolo Paulo faz uso deste conhecimento político quando preso, faz lembrar seus direitos de cidadão romano, o que certamente lhe permitiu manter-se por certo tempo com liberdade para, em Roma, anunciar o evangelho (Atos 22 e 23).

A Igreja Perseguida na Somália
Não podemos dizer que não há igrejas cristãs na Somália, mas trata-se de uma minoria que convive com ameaças, torura e não raramente a morte de líderes ou membros de suas comunidades. Aliás comunidades pequenas consideradas como imperceptíveis em alguns casos.

Relatos como o do ex-muçulmano e Pr. Abdi Welli Ahmed que foi torturado e queimado apenas por portar material cristão, não são casos isolados, mas constantes nestas regiões.

Assim, qualquer visita pastoral pode se tornar alvo de perseguição e morte. Jornais locais contribuem para esta violência, tratando os cristãos com palavras de violência e intolerância, o que leva a uma reação de violências fisicas contra nosso irmãos somalis.

Maaravilhosamente porém, tais ataques não impedem que irmão dêem testemunho de sua fé em Cristo, uma decisão que pode ser comparada o ato de colocar voluntariamente a arma de um extremista em sua própria cabeça ou de seus familiares.
  
O site Portas Abertas traz informações importantes sobre a história, a população, a perseguição, a igreja e principalmente os motivos de oração, com informações compiladas de outros portais igualmente sérios.

O que podemos fazer?
É preciso entender que a situação na região do chamado Chifre da África é de fato bastante séria, talvez isso nos faça finalmente enxergar a situação hoje, dos cristãos que se encontram em áreas de conflito e perseguição com pouco ou, neste caso, sem nenhuma liberdade de culto. Diante desta compreenção poderemos orar por estes amados de Deus. São informações como estas que permite que nos envolvamos de forma real.

O site Fogo para Missões possui uma página que será constantemente atualizada, com informações para contato com diversas agências missionárias, onde nosso único objetivo é levar mais e mais cristãos a se envolver com missões não apenas orando, mas também investindo e indo. Queremos te encorajar a acessar estas páginas, buscar mais informações e entrar em contato com as agências e ministérios.

Você pode se envolver mais em missões;
Você pode auxiliar a igreja local;
Você pode enviar cartas à missionários(as);
Você pode investir financeiramente tanto para missões quanto para a saúde e cuidados médicos;
Você pode se dispor como missionário ou voluntário (sempre sob cobertura espiritual de sua liderança).

Honre os irmãos que vivem em regiões como a Somália, interceda por eles, vivendo sua liberdade com temor e responsabilidade.

Fogo para Missões