#20 - MATURIDADE, O DESERTO É SUA GRANDE OPORTUNIDADE

"Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos: Depois da glória ele me enviou às nações que vos despojaram; porque aquele que tocar em vós toca na menina do seu olho."
Zacarias 2:08

Hoje jovem me procurou para conversar sobre algumas dificuldades que tem enfrentado. Então passamos a conversar sobre a importância de servir ao SENHOR a despeito das condições, mesmo não entendendo Seus propósitos, devemos inclusive algumas vezes acreditar contra a esperança, tendo como bom exemplo pai Abraão (Romanos 4:18).

Falamos sobre tempo de provação, sobre honra, sobre ser forjado, sobre deserto, e neste ponto o SENHOR nos ensinou algo que quero compartilhar com vocês.

O deserto muitas vezes é encarado de forma errada pelo crente, que mesmo não murmurando, acaba perdendo grandes oportunidades de amadurecer em sua fé, o deserto é lugar de forja e não de tortura, o deserto é lugar de mudança ou de morte.

Não é interessante que Jesus tenha sido levado pelo Espírito Santo ao deserto, para que fosse tentado (Mateus 4:01)? Isso significa que o deserto fazia parte da vontade de Deus para o ministério de seu Filho, e como sabemos bem, a vontade do SENHOR é sempre boa, agradável e perfeita (Romanos 12:02).

Não foi fácil para Jesus aqueles dias nos quais, como homem, foi tentado, não pense que por ser Deus seus sentimentos estivessem "congelados", não, Jesus passou pelas tentações tendo que renunciá-las como homem (Lucas 4:04), com todas as sensações e angústias. Não estou dizendo que uma dor deva ser encarada friamente, mas afirmo que é um momento único para crescer mais em comunhão com Deus, e eu poderia citar aqui Josué e Calebe, os únicos que viram no deserto uma oportunidade, a resposta de uma promessa.

Jesus entrou no deserto como um desconhecido, mais um maluco se dizendo ser profeta, apenas o filho de um marceneiro e uma mulher de Belém, Jesus entrou no deserto desacreditado, para sair e mudar a história, sair como líder exemplar, como Messias, sair para salvar o mundo, inteiro. Ao entrar e sair do deserto Ele venceu o diabo, assim como ao subir na cruz e ressucitar, Ele venceu a morte.

O deserto nos prova, mas a provação não vem para mostrar para Deus quem somos, a provação é a oportunidade pela qual Papai revela para nós mesmos quem somos.

O deserto não é lugar de perda, mas de conquista, o deserto não é lugar para vergonha, mas para aprovação, o deserto não é lugar para ficar, mas para atravessar. Falar em deserto é lembrar do povo de Israel, o murmurio, os lamentos, as experiências mal aproveitadas, o levantar-se contra a liderança, o preciptar-se, o esquecer dos favores de Deus, a jornada que nunca acabou, uma geração que não saiu do deserto, e neste ponto da conversa chegamos a conclusão de que ao entrarmos no deserto passamos a ter apenas duas opções, ou saímos dele transformandos, ou não saímos! 

Muitos de nós passamos por momentos secos em nossos ministérios, momentos de muito sol na moleira e chegamos até a delirar, vendo palmeiras onda há cactos, pensamos em desistir, pensamos que a liderança morreu, que Deus nos abandonou, há aqueles que começam a forjar bezerros quando na verdade eles mesmos é que precisam ser forjados.

É preciso lembrar, assim como Josué e Calebe: "se tão somente o SENHOR se agradar de nós" (Números 14:08), e ainda como Paulo: "se não desfalecermos, a seu tempo ceifaremos" (Gálatas 6:09),  sabedores de que aquele que começou a boa obra em nossas vida, aleluia, ainda não terminou!

Fogo para Missões

2 comentários:

  1. Olá irmão Edinelson,

    estou retribuindo a visita feita em nosso blog Mantenedor da Fé - www.mantenedordafe.org

    Parabéns pelo seu blog, é uma bênção! Também gosto de falar sobre missões, tenho uma categoria específica sobre isto e convido-lhe a lê-la e caso deseje pode reproduzir os artigos que gostar.
    Fica na Paz do Senhor!

    André Ricardo
    editor do Mantenedor da Fé
    www.mantenedordafe.org

    ResponderExcluir
  2. Glórias a Deus.

    É sempre uma alegria recebermos comentários, e esperamos de fato, que o BlogFpM seja, de alguma forma, útil para o Reino.

    Escrevemos com o objetivo de provocar reação em nossos leitores: a reflexão e consequentemente a ação a favor da obra missionária.

    Em Cristo, seja sempre bem vindo Ricardo.

    Fogo pra Missões

    ResponderExcluir

Você está no BlogFpM, blog oficial do ministério Fogo para Missões.

Você pode também nos acompanhar no facebook.com/fogoparamissoes, onde você poderá curtir, seguir, reagir às publicações, compartilhar, comentar, pode até deixar aquele seu "amém", mas acima de tudo, queremos que você se sinta incentivado, encorajado e provocado a envolver-se pessoalmente na proclamação do Evangelho, das Boas Novas de Jesus Cristo.

Seu comentário é importante para que possamos avaliar o alcance de nossa proposta. Se você possui site, blog ou twitter, deixe seu link para que o visitemos também! Se desejar, nos acompanhe também pelo twitter.com/fogoparamissoes.

TODOS OS COMENTÁRIOS SERÃO PUBLICADOS APÓS MODERAÇÃO.